Mais de 400 ofertas em imóveis para locação e venda. As melhores imobiliárias em Ubatuba. Agenda anual de Ubatuba. Conheça Ubatuba em 70 Fotos. Empresas que fazem passeios turísticos. Escolha o melhor restaurante. Lista de hospedagens em Ubatuba. Página Principal
Ao Vivo (Canais de TV) 
Agenda de Eventos       
Bancos                       
Cachoeiras                  
Cinema                     
Condições das Praias    
Educação                      
Empresa de Passeios    
Fotos de Ubatuba        
Fotos Aéreas                
Fluidez Trânsito - SP     
Games - Jogos on line   
Guia Comercial             
Guia da Construção     
História de Ubatuba      
Hotéis/Pousadas/Chalés
Igrejas em Ubatuba      
Indique este Site         
Imobiliárias                
Imóveis                      
Mapa da Cidade           
Náutica                      
NET - Canal 18             
Notícias (Top20)           
Pontos Turísticos          
Praias                         
Restaurantes               
Rodízio Carros - SP      
Seguros                      
Serviços                      
Telefones Úteis            
Tempo em Ubatuba      
Trilhas pela Mata         
Videos de Ubatuba       
WallPapers                 
Web TV (Ao Vivo)         
Serviços
Anuncie seu comércio    
Busca CEP                    
Efetuar Login                
Fale Conosco               
Portifólio                     
VOIP Acesso                 
Comunidades
Siga-nos no FaceBook Siga-nos no Twitter Blog de Ubatuba
Mapa Interativo de Ubatuba
Tempo em Ubatuba



Notícia Arquivo
Setembro
Outubro
Novembro
Dezembro (20 Ultimas)
Últimas Notícias de Ubatuba - Dezembro
Indique esta notícia

10/4/2019 - Notícia geral
Volei Adaptado movimenta Melhor Idade em Ubatuba
Secretaria de Esportes e Lazer oferece apoio ao treinamento e visa inserir categoria como modalidade da Escolinha

Se você, algum dia, ouviu falar em voleibol adaptado e acredita que a modalidade é mais fácil, está redondamente enganado. O esporte, praticado pela melhor idade, exige muita memória, atenção e agilidade - características que fazem com que os participantes se atentem às regras e, ainda, observem os espaços vazios e as posições do time adversário para promover jogadas eficazes.

Em Ubatuba, mais que passatempo ou apenas atividade física, o vôlei adaptado é um esporte de competição. Duas turmas – uma masculina e uma feminina - treinam diariamente, de segunda à sexta-feira, das 7h às 9h, e fazem rodízio das quadras – a do Ginásio Tubão e a que fica ao lado da Piscina Municipal.

Geralmente, os torneios acontecem em três categorias: 47+, 60+ e 70+. Apesar de ser uma modalidade que existe há mais de 15 anos pela Prefeitura, por meio da secretaria de Esportes e Lazer (SMEL), o objetivo é que ela se torne mais “profissional” em 2019, com um treinamento mais intenso, inclusive, com preparação física.

“O objetivo é conseguir ajustar alguns equipamentos que a secretaria já tem como um recurso a mais para o condicionamento físico dos participantes. Além disso, os professores Marcos Marra e Elaine Ramos vem dando um grande suporte aos times, além de somente promover o treino coletivo, que é quando eles simulam as partidas”, explicou o secretário da pasta, José Alberto Jacob.

As aulas da Prefeitura têm foco nas categorias 60+ e 70+, porém, os próprios atletas se organizam para as competições dos 47+, categoria em que o excesso de idade não é defeito – é um recurso usado para completar o time (entretanto, há um limite de encaixes).

O foco da secretaria, agora, é implementar, a partir deste ano, aulas de vôlei adaptado como parte da Escolinha Municipal de Esportes– um projeto destinado a melhor idade. A expectativa é que a ideia possa ser colocada em prática ainda nesse primeiro semestre.

Competições e a Associação

Bem-estar mental e físico, laços de amizade e convívio social, disposição e alegria - tudo isso pode ser encontrado durante os treinos. Porém, as competições também são grandes incentivos para toda uma mobilização.

Em 2018, uma das equipes conquistou o terceiro lugar na competição da Liga Estadual de Volei Adaptado (Super Liga da Melhor Idade SP). A participação das competições da liga é mais recente. Antigamente, o foco era apenas Jogos Regionais do Idoso (Jori) e alguns amistosos entre cidades, como Mogi Mirim e Atibaia.

Valéria Ferreira, coordenadora do projeto da Melhor Idade da SMEL, comentou que a secretaria oferece espaço para treinamento, professor, transporte e custeia as inscrições das equipes 60+ e 70+ nas competições, além da taxa de arbitragem.

Os atletas arrecadam dinheiro, com por meio de uma associação que montaram, realizando ações – como rifas e bingos - para ajudar a custear as competições de 47+, uniformes e alimentação.

Quase 76 e muita disposição

O participante mais antigo, Adilson Ramos, está prestes a completar 76 anos. Policial Militar aposentado, compõe o time desde o início do esporte em Ubatuba. Logo depois de sua aposentadoria, há 17 anos, saiu de São Paulo e mudou-se para a Capital do Surfe. Segundo ele, “ residir aqui é um privilégio”.

Ramos definiu o vôlei adaptado como um esporte coletivo em que se faz muito exercício, movimentando muito em quadra, o que resulta em mais disposição e melhora na autoestima. “Exige também muita tolerância e paciência. Todos os dias de manhã faço uma oração com o objetivo de encher meu coração de amor, pois quero só espalhar bom humor e alegria. O pessoal às vezes acha ruim porque diz que eu falo demais durante o jogo”, divertiu-se.

“Somos orgulho para nossos netos, que nos incentivam e admiram nossas conquistas. Nossas medalhas ficam expostas em cima da cabeceira da cama”, complementou Ramos, que também praticou, até pouco tempo, corrida de rua e futebol de campo.

Muitos casais participam da modalidade, assim como Ramos e a esposa, de 67 anos. Entretanto, ele garante que são um casal “caça-talentos”, porque acabaram convidando vários amigos que, hoje, são companheiros de equipe.

“Sinto-me muito honrado e feliz em fazer parte do time. Preciso reconhecer, também, que o secretário Jacob vem dando um grande apoio para nós”, afirmou.

Mulheres no esporte

Quem também faz questão de reconhecer o apoio do secretário à modalidade é Mônica Martins, de 59 anos, e que já treina há três com a equipe feminina. Ela ficou sabendo do esporte por um acaso, quando , juntamente com o marido, encontrou um amigo em uma loja de tintas, que comentou sobre o esporte, pois seu esposo é alto – o que beneficiaria o time. Mônica contou que o companheiro já havia jogado vôlei em sua juventude, chegando a competir pelo time Juventus.

Ele topou e ela decidiu acompanhá-lo. “Acabei me apaixonando e iniciei a prática do esporte. Além do vôlei adaptado, também me dedico à natação. Geralmente nado de 1600 a 1700 metros e, em 2020, pretendo competir pela natação, também. Quero fazer um quadro de medalhas em casa”, confessou.

Ela frisou que a prática do esporte também aproxima as pessoas e cria a amizade, reforçando que o time é muito unido.

“Logo em janeiro, com o apoio do padre Marcelo Thurmann (que criou a festa dos idosos), conseguimos iniciar uma associação que vem promovendo ações para arrecadar fundos para custear alguns itens. Nossos uniformes (times masculino e feminino) ficam prontos na sexta-feira, 05. Agora, visamos aumentar o recurso para confeccionarmos um agasalho de competição”, comemorou.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social / PMU


Indique esta notícia


Voltar as Top 20 noticias
WebDesign e hospedagem:Maxiweb-Brasil